segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

MENSAGEM DE FIM DO ANO DE 2013




Aos queridos Amigos que ajudam a atender os pacientes portadores de Fissuras Labiais e Palatinas e aos seus respectivos familiares:

Nesta época do ano em que, especialmente, toda a Humanidade se rende ao Amor transmitido pelo Aniversariante, Jesus, o Cristo, roguemos ao nosso Pai Celestial que nos conceda a graça da saúde e paz, mental e espiritual.

Que os governantes se sensibilizem com os continuados problemas enfrentados por todos que trabalham em prol da reabilitação dos pequenos pacientes acometidos por essa anomalia, disponibilizando recursos para que essa meta seja atingida.

Continuaremos na nossa missão de trabalhar no apoio ao nobilíssimo trabalho das equipes multi profissionais e que Deus nos abençoe sempre! 

Muita paz a todos! 

A Diretoria

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

DESCALABRO TOTAL!

É muito lamentável constatar a total falta de interesse, de sensibilidade dos diversos poderes constituídos (em nível municipal, estadual e federal) com relação ao atendimento dos pacientes portadores de fissuras lábio palatinas. 

Isto ocorre em vários Municípios de diversos Estados do nosso abandonado País, em termos de saúde em geral!

A nossa Associação tem trabalhado constantemente para resolver ou, pelo menos, tentar diminuir o impacto dessa situação terrível, mas sem os resultados esperados.

Entra governo (ou seria desgoverno???) e sai governo, mas a situação permanece a mesma.

No Estado do Rio Grande do Norte, por exemplo, a Universidade Federal extinguiu totalmente o serviço; a Prefeitura não consegue controlar, sequer, os serviços básicos; o Estado alega - com certa razão - que a competência legal é municipal.. 

Enquanto isso acontece não sabemos mais a quem apelar...

O Poder Judiciário, através do Ministério Público Estadual - 47ª Promotoria de Justiça de Natal - Defesa da Saúde Pública - ajuizou uma Ação Civil Pública, encaminhando ao Excelentíssimo Sr. Dr. Juiz de Direito de Uma das Varas da Infância e Juventude da Comarca de Natal, Ação Civil Pública, com pedido de antecipação de tutela, intimando os Secretários, Estadual e Municipal, para cumprimento de uma medida antecipatória, de forma a assegurar aos portadores de fissuras atendimento integral em seu próprio Estado, ante a existência de cobertura SUS para o ato cirúrgico e demais procedimentos curativos.

A iniciativa louvável foi argumentada através de extensa exposição de motivos, mostrando, por exemplo, que a cobertura SUS está disciplinada através da Portaria do Ministério da Saúde/Secretária de Assistência à Saúde - MS/SAS nº 62, de 19 de abril de 1994, sendo um procedimento considerado de alta complexidade, financiado com verbas do Fundo de Ações Estratégicas – FAEC do Fundo Nacional de Saúde, nos termos das Portarias MS nºs 3409/98 e 2309/01, havendo a necessidade dos estabelecimentos hospitalares tomarem iniciativa de credenciarem seu serviço junto ao SUS/Ministério da Saúde - o que nunca aconteceu...

Em consequência dessa providência, o Exmo. Sr. Dr. Juiz da 3ª Vara da Infância e Juventude, Homero Lechner de Albuquerque, julgou procedente o pedido do Ministério Público do RN e condenou o Estado e o Município de Natal a formalizarem e implementarem, nos termos do Plano Estadual da Rede de Assistência em Fissura Lábio Palatal, no prazo de 180 dias, o Centro de Referência de Atendimentos de Paciente Fissurado no RN. 

Determinou que o Centro será composto por unidades assistenciais de Alta Complexidade, que ficará a cargo da UFRN, por intermédio do complexo Hospitalar de Saúde, composto pelas seguintes unidades: Hospital de Pediatria da UFRN, Maternidade Januário Cicco, Hospital Universitário Onofre Lopes e Departamentos de Odontologia e Farmácia.

De acordo com a sentença, publicada no dia 27 de janeiro de 2012, no caso de descumprimento da decisão judicial, será aplicada a multa no valor de R$ 1.000,00 (mil reais) por cada dia de descumprimento, a contar do 1º dia após a expiração do prazo estipulado (180 dias).  

A multa incidirá na pessoa do Secretário de Saúde que der causa, podendo ser Municipal, Estadual ou até mesmo ambos.

Bem, ao que consta nada disso foi cumprido e, agora, culminou com o cancelamento desse precioso serviço feito até então - mesmo que precariamente - pela UFRN.

Este é o quadro atual! Como ficará essa situação ninguém sabe informar...

Continuaremos a trabalhar para que haja um adequado atendimento, minorando o sofrimento de centenas de portadores dessa anomalia que podem ser reabilitados para total integração à sociedade onde estão inseridos.   

Para que tal aconteça é preciso que seja cumprido o que preconiza a Organização Mundial de Saúde: 

O atendimento deve ser feito de maneira interdisciplinar, preferencialmente, num mesmo espaço físico, o que consideramos perfeitamente viável, desde que haja minimamente VONTADE POLÍTICA!   

Esperamos que o novo ano nos traga condições para atingir esse muito desejável objetivo!

Que assim seja!

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

PARABÉNS AOS CIRURGIÕES DENTISTAS BRASILEIROS!!!

Nesta data, há 129 anos, foram criados os primeiros cursos de Odontologia no nosso País. A evolução é constante em termos de tecnologia, técnicas nas diversas especialidades, e a qualificação tem melhorado substancialmente, principalmente em termos de pós-graduação nas diversas especialidades criadas.

O atendimento à população carente aumentou e melhorou bastante, mas ainda há lacunas a serem preenchidas em relação aos rincões mais distantes, que têm necessidades cada vez maiores para receber competente e adequado tratamento bucal.  

O Sistema Único de Saúde (SUS) modificou sua estratégia de atendimento, beneficiando milhões de cidadãos que, antes, buscavam o serviço público apenas para casos de emergência.

Os planos odontológicos particulares também tiveram um grande incremento, em função de maior poder aquisitivo da chamada classe C.

Enfim, o desenvolvimento da Odontologia aconteceu em vários segmentos, levando melhores condições de saúde bucal a muitos milhões de pessoas das várias faixas etárias.

Assim sendo, estão de parabéns os mais de 250.000 Cirurgiões Dentistas que, cada vez mais, contribuem para a saúde da boca, por conseguinte, da saúde geral dos nossos conterrâneos.

Vida longa à Odontologia brasileira, a seus componentes e familiares!

Que assim seja!
A DIRETORIA


domingo, 20 de outubro de 2013

S. O. S.



Segue abaixo carta escrita pelo Dr. Reinaldo Carvalho, Cirurgião Plástico do CERFIS, Centro de Recuperação de Fissurados de Goiânia/GO. 
Os profissionais que lá trabalham estão tendo muitas dificuldades com a nova administração do hospital onde o serviço é mantido e com a Secretaria de Saúde,  e precisam de apoio das demais entidades que tratam dessa patologia. 
Corre-se o risco de fechamento do serviço que é referência no Centro-Oeste.  Precisa-se apenas de uma declaração de como seu tratamento funciona. Peço a sua ajuda o mais rápido possível:  
O CERFIS, Centro de Recuperação de Fissurados, funciona há 34 anos em Goiânia. Desde então fazemos todo o tratamento desde o nascimento até os 18 anos. 

É um trabalho difícil, dentro de um hospital público que passa por todas as dificuldades conhecidas da saúde pública, porém de alta qualidade, reconhecido nacionalmente. 

Pois bem, faz um ano que estamos enfrentando sérios problemas administrativos que, se não forem tomadas algumas providencias emergenciais, caminhamos para o encerramento de nossos trabalhos.

A última notícia que tivemos é a de que o trabalho terá de ser fragmentado. Explico melhor, quando o paciente alcançar a idade de 12 anos será encaminhado a outro hospital, sem nenhum vínculo conosco.

Peço sua ajuda da seguinte forma: Gostaria que respondesse, enviando um ofício explicando como funciona o serviço no seu CENTRO/HOSPITAL/ASSOCIAÇÃO, equipe envolvida, tratamento em ordem cronológica, desde a entrada do paciente até o alta final, da importância da continuidade do trabalho pelo mesmo grupo do começo ao fim do tratamento, da indispensável experiência e especialização dos médicos, odontólogos, fonoaudiólogos e demais membros e qualquer outro aspecto que ache relevante. 

Nosso intuito é explicar que o tratamento não pode ser fragmentado, que é necessário o acompanhamento a longuíssimo prazo, com a mesma equipe, integrada, que vai se complementando ao longo dos anos durante do tratamento.  

 Buscarei mais opiniões como estas, em outros centros, para que possamos embasar a defesa do trabalho do CERFIS para convencermos o Ministério Público local a fazer o melhor para os portadores de fissuras lábio palatais e para continuarmos a cuidar os nossos pacientes do nascimento até o fim do tratamento. 

Caso já conheçam nosso trabalho, peço que ratifiquem sua importância e seu bom trabalho que vem sendo feito.

Atenciosamente,
                                               Dr. Reinaldo Carvelo Carvalho
                                                    Cirurgião Plástico.

sábado, 12 de outubro de 2013

HOMENAGEM ÀS CRIANÇAS!

Mais do que brinquedos e presentes 
TODAS as crianças precisam de MAIS AMOR sempre!
E o mundo também!